Verbalizações que pousaram no silêncio

Esconda-se antes que…

     Não desmascare ninguém que não saiba ver a própria alma. Finja desdém e esboce um soluço de compaixão. Esqueça a “logicidade” do tempo. Veja as asas abrirem. E restauram suas classes.

Porque…

     Tudo não passou de meros pronomes mastigados pelo tempo e enforcados na lucidez das incontáveis e térreas soluções planejadas. Aquilo não rastejava mais no genoma fétido de seus olhares suspirantes.

     Queria viver somente de verbos e substantivações na eloquência de seu sorriso mais puro.
Mas-

     Estava apenas sentada sem esperar mais nada além do que a própria realidade.
…antes que tragam seu licor

     A chuva foi engolida pela nuvem. Pousou o seu silêncio.

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s