Alguém….Ninguém

O consolo lascivo de um breve sorriso.

Abstração da sonoridade cantante,

almas perdidas nas palavras

que se fundem em melodias

As estações passageiras dos dias…

Um breve alguém.

e…O vácuo do ninguém.

Um sorriso de alguém

e…Um eco de ninguém.

O sentido penetrante,

o temor nebuloso da ausência

e o esconderijo da essência.

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s