O sonho acordado…- “Um sopro de vida”, de Clarice Lispector

“ A vida real é um sonho, só que de olhos abertos que vêem tudo distorcido.”

“A liberdade caminha em trilhos invisíveis”

    Na imensidão infinita em múltiplas dimensões dentro, até chegar ao centro divino

    O sofro delicado guio-me ao livro, no desperta da iluminação ao contemplá-lo. O mistério do breve reflexo. O alívio ao se esconder em palavras se expressam sem destino, guiadas nas ventanias, e nos dispersos pensamentos que emitem.Em busca da salvação da própria vida, nas sombras que se ofusca na agonia de cada dia, no inexistente tempo que são apenas movimentos soprados pelos ventos.

    Um mergulho nos mares de seu verdadeiro ser na libertação omitida em breves momentos, em um dialogo contraditório, na dualidade da áurea e da matéria, entre o Autor e uma personagem enigmática Ângela, o reflexo deformado visto no espelho, que anseia decifração do próprio vazio. No aspirar da fusão de corpo e alma, como se o que restou de sua vida dependesse da escrita das circulantes palavras, na efusão de liberdade fica cárcere dentro dela. Como um sonho que passa de olhos abertos, sob os teto do calabouço.

    A transformação da definida realidade num sonho acordado, “É curiosa a sensação de escrever ao escrever não penso nem no leitor nem em mim: Nessa hora sou- mas só de mim- sou as palavras propriamente dias.”

    O livro de Ângela, a terceira parte movida pelos sentimentos efêmeros na transparência de contos aleatórios, com impulsão das palavras. No eco de confusão dentro de si mesmo, forma-se um abismo. A piedade pela matéria da solidão do castigo da eternidade, em a Caixa Prata. A vida breve, mas intensa das borboletas.

     No caminhar da resignação da morte com consciência que não será o fim, e sim o início de outra vida. O silêncio venerado e desconhecido escuro dentro de si, no falso equilíbrio de forças opostas. No súbito alivio de libertação à paz, e entregar-se a morte “O meu movimento mais puro é o da morte.” E toda sua vida nessa transgressão virou apenas uma lembrança dispersa no ar com o segredo perpetuo a pulsar.

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s